Veja dicas para volta às aulas e ações em sala de aula




As férias de verão estão chegando ao fim e o novo ano letivo vem se aproximando. Novos desafios, novas matérias e novos professores fazem parte deste momento da vida de cada estudante e para conseguir um bom resultado em dezembro, é importante começar o ano com planejamento e atitude.


Esta retomada será diferente, pois, após dois anos de aulas interrompidas ou lecionadas de forma remota, por conta da pandemia de COVID-19, os alunos vão voltar para as salas de aulas físicas. Dado todo o cenário, novos hábitos foram adotados e percebê-los rapidamente ajudam na evolução do aluno.


Para saber se portar na retomada das atividades presenciais, nos, da Alluri, preparamos esse artigo para você saber quais os procedimentos a serem adotados e explicarmos qual é a lógica do calendário escolar (seja das escolas da rede estadual pública ou privada). Fazendo com que os pais, alunos e educadores estejam prontos para a retomada das aulas presenciais (seja nas escolas públicas ou particulares).


Lembrando que, devido a evolução da pandemia (e da nova variante ômicron) e da dúvida quanto a vacinação de crianças, às aulas de educação básica podem ser pausadas novamente e o ensino com aulas remotas pode ser retomado.


Tudo começa na Semana Pedagógica


O primeiro passo para o início do ano letivo é o planejamento dos profissionais da educação. Para isso, foi criado a semana pedagógica. O período funciona como um fórum para debates de ideias e criação do planejamento que será desenvolvido ao longo do ano letivo. A ação acontece nas escolas da rede pública e privada e são avaliadas pelas secretarias de educação.


No período, ficam estabelecidos temas fundamentais para uma boa condução do ano escolar. Dentro das atividades estabelecidas estão:


  • Calendário anual;

  • Dados da escola;

  • Planejamento do tempo;

  • Organização do espaço.


Outros pontos como a alimentação, acesso à internet e a segurança dos estudantes também fazem parte da semana pedagógica. Por isso, tenha em mente a importância deste período antes do começo das aulas.





O primeiro contato é fundamental para um bom relacionamento


O retorno às aulas presenciais pode ser complicado para os alunos devido ao tempo que passaram em casa - seja pelas férias ou pelo distanciamento causado pela pandemia do Covid-19. Por isso, um tratamento diferenciado dos membros da escola é fundamental nesta retomada.


Os pais também possuem papel muito importante neste momento. Conversar com os jovens, analisar suas preocupações e explicar a necessidade na retomada do estudo presencial pode ajudar o trabalho dos educadores e, com isso, acelerar o processo de aprendizagem.


Além disso, os jovens devem estar abertos à retomada do ensino presencial. O momento indica a volta da conexão pessoal entre as pessoas e é fundamental que os alunos tenham a motivação necessária para reconstruir essa conexão que pode ter sido abalada durante os meses de pandemia. As crianças e adolescentes ainda podem apresentar certa resistência na interação com outras pessoas, porém, é importante que os pais e educadores os auxiliem a superar essa barreira.


Acompanhamento da sala de aula é fundamental para o aprendizado


A opinião do aluno nesta retomada das aulas será fundamental para o aprendizado. Depois do confinamento por conta da Covid-19, as crianças podem apresentar diferentes tipos de comportamento - desde frustrações por não estarem mais em casa, até agressividade e medo por conta do impacto da pandemia.


Por isso, o acompanhamento e o diálogo são fundamentais para o crescimento e desenvolvimento do aluno. Saber a opinião sobre a volta às aulas presenciais e questionar independente da resposta pode ajudar a criança/jovem a demonstrar sua opinião e preocupações.


Planejamento pode ser seu melhor amigo na retomada


Com a retomada das aulas, é importante ter um planejamento para evitar sobrecarregar as crianças e adolescentes, que estão com um ritmo mais ameno. Entender desde cedo essa necessidade é fundamental para evitar que no fim do semestre ou do ano letivo, o aluno tenha uma surpresa trágica em sua vida acadêmica.


O plano de aula pode ser um grande companheiro ao longo do ano. Segundo o escritor José Carlos Libâneo, o planejamento é fundamental para o aluno: “O planejamento escolar é uma tarefa docente que inclui tanto a previsão das atividades didáticas em termos de organização e coordenação em face dos objetivos propostos, quanto a sua revisão e adequação no decorrer do processo de ensino”.


Por isso, tanto para o aluno (seja ele de ensino fundamental ou ensino médio) quanto para o professor, o planejamento se faz necessário. Saber dividir as tarefas e mensurar datas para atingi-las é fundamental para evitar a procrastinação, assim como evitar o atraso nas entregas das atividades.





26 visualizações0 comentário